Quando se fala em supercomputadores, a primeira coisa que passa pela cabeça de muita gente é a imagem de máquinas gigantes ocupando salas inteiras. Na verdade, esses equipamentos não costumam ser uma unidade de grande tamanho, mas um conglomerado (cluster) de aparelhos menores interconectados que foram projetados para combinar suas forças e processar grandes volumes de dados.

Naturalmente, clusters profissionais não são nada baratos, mas quem estiver interessado nesses equipamentos e nos projetos baseados nesse tipo de tecnologia pode montar uma solução caseira bastante criativa desembolsando menos de US$ 1 mil (R$ 4 mil).

O projeto que mostraremos a seguir foi desenvolvido por Rasim Muratovic, e os passos para sua execução foram divididos em quatro vídeos. Rasim utilizou minicomputadores Raspberry Pi que, embora não sejam muito potentes individualmente, conseguem proporcionar bastante poder quando algumas unidades trabalham juntas.

Nos vídeos são exibidos todos os aparelhos e acessórios necessários. Você precisará de um cabo de rede e de um cartão de memória para cada Raspberry, além de um HUB USB que permita energizar os computadores de forma centralizada. Rasim também mostra os softwares que devem ser baixados, instalados e configurados para deixar o cluster operativo. A playlist completa pode ser encontrada aqui.

Você já criou algum projeto maluco com um Raspberry Pi? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: