(Fonte da imagem: Divulgação/Leibniz-Rechenzentrum)

SuperMUC é o nome do novo supercomputador do Leibniz-Rechenzentrum (Centro de Supercomputação de Leibniz). As iniciais MUC no nome da máquina derivam do código do aeroporto de Munique, na Alemanha.

O computador possui mais de 155 mil núcleos de processamento e pode atingir até 3 petaflops por segundo de operação. Em junho de 2012, a máquina era considerada a quarta mais rápida do mundo. O SuperMUC está disponível para todos os pesquisadores europeus que querem expandir as fronteiras da ciência e da engenharia.

Confira as especificações do supercomputador

  • 155.656 núcleos de processamento em 9.400 nós de computação;
  • Mais de 300 TB de memória RAM;
  • 4 petabytes de armazenamento em disco (fixo);
  • 10 petabytes de armazenamento em disco (temporário);
  • Projetado para ser eficiente energeticamente.

Eficiência energética

O SuperMUC utiliza um novo e revolucionário sistema de refrigeração a água quente desenvolvido pela IBM. Os componentes ativos como a memória e os processadores são diretamente resfriados por água, que se encontra em uma temperatura média de 40 graus. Esse sistema de refrigeração líquida de alta temperatura ajuda a reduzir o consumo energético do sistema.

Utilizar a água na temperatura ambiente significa economizar energia em equipamentos de resfriamento, o que deverá fazer com que o laboratório economize milhões de euros no final da vida útil de cinco anos do supercomputador.

Além disso, a água aquecida pelo supercomputador ainda pode ser bombeada de volta em torno do edifício que abriga o SuperMUC para aquecer o seu interior — uma solução prática e inteligente para resolver dois problemas de uma só vez.

A grande pergunta que fica é: será que roda Crysis?

Fonte: Leibniz-Rechenzentrum

Cupons de desconto TecMundo: