Nem todos têm disponibilidade (ou dinheiro) para sair de casa e se aventurar num show. Hoje em dia, com tudo lotado, caro e disputado, é uma verdadeira jornada curtir seus artistas favoritos ao vivo. O ClapMe é uma plataforma que busca trazer a experiência de show aos usuários que estão em casa. Para isso, ele entrega uma série de ferramentas, navegabilidade otimizada e, agora, um novo sistema para os artistas agendarem as exibições dos conteúdos, além de chat com recursos inéditos e, principalmente, a ampliação de palcos.

A ideia é ser uma espécie de “Netflix de shows”. O Palco Premium é uma nova ferramenta de destaque e proporciona aos usuários uma experiência que vai além das transmissões ao vivo. É possível conferir pré-lançamentos de videoclipes, shows editados e masterizados (DVDs), documentários, web programas, workshops, entre outros. Tudo isso estará disponível na programação Premium. Com dia e horário pré-programados, cada uma das exibições ficará 24 horas disponível (on-demand).

O novo conceito surgiu a partir de uma demanda comum ao mundo artístico. “Acreditamos que o grande problema do fã seja encontrar conteúdos valiosos na web, além da dificuldade em descobrir novos artistas e formadores de opinião”, opinou Filipe Callil, fundador da plataforma.

Palco Open: shows gratuitos

Os shows gratuitos continuarão acontecendo no Palco Open, com todas as funcionalidades e interações às quais os usuários estão habituados. Durante as apresentações, eles também poderão interagir por meio do clap (aplauso), webcam (câmera a câmera) e até financeiramente (trocando moedinhas virtuais por recompensas intangíveis dos melhores artistas).

Com base nessa experiência, a plataforma possibilidade que o fã se aproxime de seus ídolos ou até mesmo descubra novos talentos – até então – desconhecidos. “A cada exibição, são gerados no mínimo 100 novos cadastros orgânicos. Isso possui um valor quase que imensurável. Estamos falando de 100 pessoas assíduas por descobertas e realmente dispostas a aplaudir novos artistas”, relatou Callil. A plataforma já possui mais de 150 mil usuários e 12 mil artistas cadastrados.

E como funciona a monetização?

Dentro da base, o artista que produz conteúdo pode monetizar o trabalho, seja com a venda de produtos ou oferecendo prêmios àqueles que fizerem contribuições financeiras. Para isso, foi criada uma moeda própria, chamada TipCoin$, que pode ser trocada por recompensas estipuladas pelo próprio artista. Elas podem ir de pôster autografado a participação em videoclipe ou até mesmo um passeio de balão com o ídolo, por exemplo.

A plataforma foi criada com o objetivo de promover a relação entre público e artista. Com base nesse conceito, qualquer pessoa pode conferir ou protagonizar uma experiência digna de aplausos. Para “subir” no palco do ClapMe, basta o artista agendar, divulgar e, por fim, fazer uma apresentação de onde preferir – seja em um estúdio, no sofá de casa etc.

Preços e assinatura mensal – primeiro mês na faixa!

Para acessar o Palco Premium, existe a opção de assinatura mensal, que é de R$ 14,90, com acesso a todos os conteúdos. Ainda há a opção de ticket, que permite conferir exibições específicas com preços começando de R$ 1,90 até R$ 19,90.

No espaço Premium, a ferramenta “lembrete” ajuda o usuário a marcar exibições imperdíveis na agenda e ainda oferece sugestões de conteúdos ainda não explorados que se enquadram no perfil de cada um. Para que todos possam experimentar a novidade, o primeiro mês de assinatura é gratuito.

Além dos artistas em ascensão, o palco virtual do ClapMe recebeu shows dos já consagrados Detonautas Roque Clube, Gusttavo Lima, Wanessa, Pollo, Rashid, Thaíde, Supercombo, Brothers of Brazil, entre outros.

Para acessar o ClapMe e conferir mais informações, clique aqui.

O que você achou do ClapMe, plataforma que entrega experiência de show sem sair de casa? Comente no Fórum do TecMundo.

Cupons de desconto TecMundo: