De acordo com a informação da CCTV News, em sua página oficial no Facebook, a China determinou recentemente que os serviços de streaming de vídeos devem monitorar os usuários para evitar a divulgação de conteúdos vulgares, violentos ou muito sexuais.

Seguindo essa norma, os principais sites chineses do ramo agora bloqueiam — e, em alguns casos, até tomam medidas drásticas de banimento — pessoas que fazem streamings comendo bananas de “forma erótica”.

As ações rígidas são decorrentes do anúncio efetuado, no mês passado, pelo Ministro da Cultura da China, que anunciou que as principais plataformas (Douyu, Panda.tv, YY, Zhanqi TV e Huya) estavam sob investigação, com a alegação de que esses sites estão hospedando conteúdos considerados muito sensuais.

Outro motivo para efetuar esse tipo de monitoração se deve ao tipo do público, que é majoritariamente (quase 80%) do sexo masculino. Agora, com as novas medidas, os vídeos demoram alguns segundos para aparecer para os espectadores, uma vez que uma equipe especializada monitora — 24 horas por dia e 7 dias por semana — previamente os conteúdos transmitidos, evitando quaisquer problemas legais.

Você acha que o controle de conteúdo online na China é muito rigoroso? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: