(Fonte da imagem: Wikimedia Commons)

A morte de Steve Jobs provocou uma grande comoção no mundo da tecnologia. Adversários famosos como Bill Gates e figuras como Mark Zuckerberg comentaram de forma respeitosa o acontecimento, enquanto companhias como a Google e a Samsung decidiram adiar o lançamento de novos produtos em respeito ao cofundador da Apple.

Em contrapartida, Richard M. Stallman, criador do movimento do software livre e do compilador do Linux que chama a si mesmo de “o último hacker verdadeiro”, parece ter uma opinião bastante diferente. Em uma atualização em seu site oficial, ele não é nada sutil ao afirmar que está feliz por ter presenciado o fim de Jobs. Confira abaixo a declaração:

“Steve Jobs, o pioneiro em fazer computadores-prisões parecerem legais, desenvolvidos para separar os tolos de sua liberdade, morreu.

Como o prefeito de Chicago, Harold Washington, falou sobre seu antecessor  corrupto, o prefeito Daley, ‘Não estou feliz que ele está morto, mas me alegra saber que ele se foi’. Ninguém merece morrer – nem Jobs, nem o senhor Bill, nem mesmo pessoas responsáveis por males maiores. Mas todos merecem o fim da influência maligna de Jobs sobre a computação pessoal.

Infelizmente, essa influência continua, apesar de sua ausência. Só podemos esperar que seus sucessores, na tentativa de propagar seu legado, sejam menos eficientes”.

Declarações polêmicas

Stallman é conhecido pelas declarações polêmicas e pelas crenças bastante controversas, especialmente quando se trata de softwares. Entre suas excentricidades, está o fato de que ele dispensa totalmente o uso de navegadores para acessar a internet, usando um software especial que envia o conteúdo das páginas para sua caixa de emails.

O “último hacker verdadeiro” também é conhecido por evitar o uso de celulares, alegando que os recursos de geolocalização são uma ameaça à privacidade pessoal. Além disso, Stallman evita usar cartões de identidade para entrar no edifício onde trabalha, já que tal sistema poderia gravar sua movimentação de entrada e saída através das portas do local.

Cupons de desconto TecMundo: