A Valve acabou de implementar uma nova política de banimento para os seus usuários: em anúncio oficial, a empresa explica que agora deu o poder para os desenvolvedores decidirem quando uma conta do Steam deve ser bloqueada em um jogo específico. Em outras palavras, isso tira um peso das costas da equipe de suporte da Valve, pois agora não precisam mais lidar com as denúncias de banimento, repassando a responsabilidade para os criadores dos games.

Dessa forma, em vez o cliente do Steam tentar detectar qualquer forma de trapaça usada pelo jogador, cabe o estúdio implementar um sistema de identificação de cheats. Caso considere aplicável a punição, o desenvolvedor deve entrar em contato com a Valve para pedir que a conta do infrator seja bloqueada apenas para o game  em que a trapaça aconteceu. Segundo a empresa, essa medida foi tomada “porque ninguém gosta de jogar com trapaceiros”.

No caso de você ser banido em algum jogo, graças a essa nova política, é preciso entrar em contato diretamente com o desenvolvedor para liberar a sua conta do banimento: o suporte da Valve não vai desbloquear a sua conta sem o “OK” do estúdio.

O que você acha dessa medida? Enquanto ela pode ser boa e tornar os banimentos mais frequentes, também há a chance de você ser denunciado injustamente e perder acesso a um jogo pelo qual você pagou. Será que isso vai beneficiar a comunidade ou se provar prejudicial?

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: