O Steam está sempre fazendo experiências em sua plataforma: algumas agradam muito o público, outras, nem tanto. Esse foi o caso do sistema de cobrança por mods que foi introduzido na plataforma há poucos dias.

A notícia veio através de uma postagem oficial no Steam, explicando as intenções da equipe por introduzir a novidade e, logo depois, por remover os recursos.

De acordo com Alden Kroll, a Valve não tinha uma noção exata de o que estava fazendo. As intenções, segundo ele, eram boas: dar aos criadores de modificações uma forma de ganhar dinheiro com o seu trabalho e encorajar desenvolvedores a fornecer ferramentas mais poderosas.

Contudo, Kroll diz que a equipe subestimou as diferenças entre modelos de monetização de sucesso anteriores e os mods pagos no Skyrim Workshop. Além disso, a Valve também diz ter errado ao testar essa ferramenta em uma comunidade grande e já estabelecida como a de Skyrim.

Ele termina a mensagem dizendo: “Agora que vocês já despejaram um caminhão de lixo nas nossas caixas de entrada, vamos absorver tudo; mas se você tiver algum outro comentário, nos conte”. Kroll também disse que quem chegou a pagar por algum mod terá o seu dinheiro devolvido.

O sistema de cobrança foi atacado fortemente durante as primeiras horas de funcionamento. O que mais surgiu foram os mods de zoeira, principalmente com o todo-poderoso Gabe Newell.

Via: Baixaki Jogos.

Cupons de desconto TecMundo: