(Fonte da imagem: Reprodução/BJ)

Chefe do estúdio InXile, responsável pelo desenvolvimento de Wasteland 2, Brian Fargo só tem elogios a fazer em relação ao Steam, plataforma de distribuição digital da Valve. Segundo ele afirmou em entrevista à Eurogamer, o sistema foi responsável por tirar o PC de sua “Idade das Trevas”, salvando esse mercado do ostracismo a que estava condenado no final dos anos 90 e começo dos anos 2000.

Segundo Fargo, é graças ao Steam que desenvolvedores podem entregar jogos ainda não finalizados aos consumidores que desejam acompanhar seu processo de desenvolvimento. O chefe da InXile afirma que um dos pontos que mais chamam atenção na Valve é o fato de que “eles tem têm todo o poder, mas não o usam. Eles nos deixam trabalhar com um sistema aberto”.

“Eles têm sido ótimos”, afirmou. “Você pensa sobre o lugar em que estávamos, quase como na Idade das Trevas, quando não havia nada. Havia somente o Flash. Não havia distribuição digital. Eles abriram um caminho direto para a audiência que não é politizado ou nos força a fazer exclusivos e todas as outras coisas que os caras de consoles fazem”, complementa.

Segundo Fargo, o tratamento dado pela Sony, Microsoft e Nintendo até um momento recente era semelhante ao de ter armas apontadas para sua cabeça. “Até recentemente, no Xbox, você não podia ter uma licença para publicar na Xbox LIVE Arcade a não ser que você possuísse um produto físico. O que isso tinha a ver com qualquer coisa?”, exemplifica.

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: