(Fonte da imagem: Divulgação/Steam)

A Valve publicou recentemente uma série de posts em sua Steam Community explicando como, afinal, funcionará o propagandeado streaming de jogos — funcionalidade que permitirá exibir os games rodados no computador em uma segunda máquina, tanto por meio do SteamOS (sistema operacional da companhia) quanto das novas Steam Machines.

Para a Valve, o sistema “assegura que o catálogo existente de jogos esteja disponível para os usuários também em suas salas de estar”. O streaming deve ser efetuado por meio de uma rede local ligando os dois computadores. Mas há um porém: o computador responsável por rodar os jogos precisará ser dedicado — sem poder ser utilizado para qualquer outra função enquanto o game estiver rodando.

A seção de perguntas e respostas também abordou a questão de um streaming via internet — funcionalidade que, “por enquanto”, não tem suporte.

Qualidade do streaming

A Valve afirmou ainda que pretende melhorar a performance do sistema com o tempo. Embora trabalhe atualmente em “formas para adaptar dinamicamente [o sistema] às condições da rede”, a empresa reconhece que reduzir a resolução dos jogos ou a taxa de quadros por segundo (fps) pode ser, algumas vezes, a melhor forma de otimizar o envio de dados.

Ampliar (Fonte da imagem: Divulgação/Steam)

Por fim, no que se refere à forma adotada para a rede, a seção deixa claro: cabos ainda são a forma mais confiável para o streaming. Mas há toda uma postagem explicando as características singulares das redes sem fio — em relação ao fato de que “a qualidade das redes pode variar amplamente, de forma que escolher uma boa configuração para uma rede doméstica pode melhorar significativamente a experiência de streaming”.

A função Streaming In-Home do Steam deve ser lançada antes do final deste ano. A companhia se prepara atualmente para lançar uma fase Beta do sistema — a qual deve incluir membros aleatórios do grupo homônimo (clique aqui para mais informações).

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: