Durante o Fórum Tecnológico em Las Palmas, na Espanha, foi anunciado que o Spotify já faturou US$ 2,69 bilhões (R$ 8,4 bi) para a indústria fonográfica desde 2008, data do nascimento do serviço de música por streaming — e muita gente se pergunta como viver no mundo dos downloads ilegais, não é?

Segundo o porta-voz Miguel Bañón, 70% dos ganhos do app são encaminhados para gravadoras e artistas, donos dos direitos autorais das músicas dentro do serviço. Bañón também comentou que a chegada do Spotify aos dispositivos portáteis, além do preço e ofertas, foi fundamental para o aumento da base de usuários. Hoje, são 60 milhões de usuários ativos, sendo 15 milhões em planos pagos.

Como um case de sucesso, o serviço de streaming nasceu durante a crise econômica mundial e o "boom" da pirataria — na época, as vendas das gravadoras caíram 52%. Hoje, o Spotify conta com mais de 30 milhões de faixas na plataforma.

Cupons de desconto TecMundo: