A cantora norte-americana Taylor Swift retirou todos os seus álbuns do serviço de streaming musical Spotify. A informação foi passada pelo próprio blog da empresa, em um post publicado na data de hoje (3). Nenhuma justificativa foi apresentada para a medida.

Em seu blog, o Spotify limitou-se a dizer que “ama muito” a cantora, assim como os mais de 40 milhões de usuários, e os 16 milhões de pessoas que ouviram recentemente alguma música da cantora nos últimos 30 dias.

Além disso, o Spotify também reafirmou que paga cerca de 70% da receita para a comunidade musical. De acordo com o site de notícias Engadget, nem a cantora e nem a gravadora responsável pelos seus álbuns se manifestaram a respeito até o momento.

Defensora dos álbuns físicos

Swift já defendeu o álbum físico como meio de venda de suas músicas anteriormente e, por isso, a decisão não chega a surpreender. Seu último álbum, 1989, não havia sido se quer disponibilizado no Spotify, e até agora tem sido um sucesso de vendas.

No momento em que essa reportagem estava sendo escrita, as músicas de Taylor Swift também não estavam disponíveis no Deezer e no Xbox Music, mas podiam ser acessadas normalmente no Rdio. 

Cupons de desconto TecMundo: