Ontem, o site Bloomberg publicou uma notícia que causou um certo burburinho na web. De acordo com as informações exclusivas do site, alguns artistas estão causando uma briga entre a Apple e o Spotify.

O texto revela que o serviço Spotify está partindo para retaliação com alguns músicos que entregam seus materiais com exclusividade para o serviço musical da concorrente.

Não só isso, mas a notícia também revelou que a prática do Spotify já tem quase um ano, algo que é praticado também quando artistas dão preferência para o Tidal. Segundo uma fonte anônima da Bloomberg, tais artistas eram colocados lá para baixo nas buscas, de modo que as pessoas não encontrariam as canções com tanta facilidade.

A acusação é um tanto séria, o que fez com que os representantes do Spotify falassem abertamente para amenizar os nervos dos assinantes. Pois bem, de acordo com Troy Carter, diretor global de criação de serviços do Spotify, a informação é totalmente falsa.

Conforme Carter comentou à Billboard, o famoso app de streaming não enxerga esse esquema de exclusividade como algo positivo, já que prejudica milhões de consumidores, por isso a companhia não gosta quando Apple ou Tidal conseguem esse tipo de acordo.

De qualquer forma, representantes do Spotify declararam que o serviço que conta com 39 milhões de assinantes não altera as buscas em hipótese alguma. Assim, os ouvintes que optaram pelo Spotify não precisam se preocupar, pois, tirando os casos de sons disponíveis apenas em serviços concorrentes, as músicas estão sempre a uma pesquisa de distância.

Cupons de desconto TecMundo: