O Spotify é atualmente um dos serviços de streaming de música mais populares do momento, sendo que a versão gratuita acaba atraindo 70 milhões de pessoas em 59 países que não estão dispostas a encarar uma assinatura, mas que toleram algumas limitações e anúncios publicitários.

Pensando em tornar as propagandas mais relevantes para os usuários, a empresa divulgou recentemente que pretende vender para anunciantes informações sobre a base de clientes que usam a versão Free. Isso permitirá que campanhas possam ser direcionadas conforme a idade e os gostos musicais dos espetadores.

O Spotify deixou claro que não dará acesso a nenhum dado privado, sendo que apenas os perfis musicais e as idades poderão ser utilizados pelos anunciantes que pretendam criar uma campanha customizada. Os anúncios devem continuar mantendo o padrão de 15 ou 30 segundos.

Ads customizados

Embora algumas pessoas possam ver com maus olhos o fato de que o Spotify esteja vendendo informações do seu banco de dados, o fato é que a ideia deve ser positiva para todos os envolvidos. A empresa de streaming obterá mais uma necessária fonte de renda, os publicitários poderão direcionar suas campanhas de forma mais eficiente e os usuários receberão propagandas que fazem mais sentido.

Cupons de desconto TecMundo: