(Fonte da imagem: Reprodução/WB4B)


Sabe aquela tonelada de spams que lota sua caixa de emails todos os dias? Pois boa parte desse lixo é considerado produto nacional, já que o Brasil é o líder no envio de porcarias digitais na América Latina. De acordo com um estudo realizado pela Trend Micro, o país é responsável por nada menos do que 36,6% do material indesejado produzido na região.

No entanto, essa estatística não é nenhuma novidade. No final do ano passado, o Instituto Sophos revelou que o país é o 5º no ranking global no envio de spam e parece que a situação não mudou muito de lá pra cá. E a razão para isso é bem simples. Segundo o relatório divulgado pela Trend Micro, isso só acontece graças ao alto número de sistemas desprotegidos.

Essa vulnerabilidade, associada à falta de conhecimento dos riscos, faz com que os computadores brasileiros se transformem em alvos fáceis para a ação de bootnets, as famosas redes zumbis. Tanto que, de acordo com site Computer World, 39 servidores de comando e controle foram desligados no Brasil apenas no último mês de maio.

Além disso, também foi identificado que 59% das URLs maliciosas da América Latina também têm origem no país e que os smartphones são os alvos mais visados por criminosos. Com o crescimento das plataformas móveis — os celulares inteligentes já correspondem a 15% do mercado —, o número de golpes focados nelas também aumentou. Só no início de 2013, 10 novos tipos de phishing mobile foram criados.

Cupons de desconto TecMundo: