Não é de hoje que a Sony está passando por mudanças expressivas no setor administrativo. Com problemas financeiros que incomodam a empresa há tempos, um setor de TV com menos força do que outrora, a divisão VAIO vendida e a de smartphones ofegante, a marca PlayStation representa, sem sombra de dúvidas, a maior força da Sony. Agora, a gigante japonesa criou uma divisão própria para cuidar unicamente de todos os negócios relacionados à marca: Sony Interactive Entertainment.

A partir de 1º de abril deste ano (e não é mentira), Andrew House será o CEO da nova divisão, e todo o trabalho funcionará em San Mateo, na Califórnia, EUA. Basicamente, a SIE vai cuidar de todas as unidades responsáveis por hardware e software da marca PlayStation. Com isso, a divisão Sony Computer Entertainment será praticamente extinta, e os serviços desse setor passarão para a alçada da Sony Network Entertainment International, tudo sob o mesmo teto nos EUA. A empresa também terá filiais especializadas em Tóquio e Londres.

“Ao integrar as forças de software, hardware, conteúdo e operações de rede, a SIE vai se transformar numa entidade ainda mais forte, com um objetivo claro de acelerar o crescimento dos negócios PlayStation. Junto aos nossos parceiros, a SIE vai desenvolver serviços pioneiros e produtos que vão continuar a inspirar a imaginação dos consumidores e liderar o mercado. Vamos trabalhar muito para maximizar o valor corporativo ao coordenar operações globais de negócios em San Mateo, Tóquio e Londres e vamos aperfeiçoar a expertise local [desses lugares]”, declarou House em comunicado oficial.

Foco único

A Sony diz que a unificação de negócios “se tornou importante para a SCE e a SNEI”, de forma que as forças podem ser unidas sob uma única entidade. As duas divisões vão “combinar recursos em hardware, software, conteúdo e negócios que crescem com rapidez na internet, posicionando [a SIE] para competitividade, expansão contínua e liderança de mercado em todas as áreas”, de acordo com a empresa.

Shuhei Yoshida, presidente mundial da Sony, disse, no Twitter, que seu cargo não vai mudar e que ele responderá a Shawn Layden.

Com essa unificação, a marca PlayStation, que já é o carro-chefe da Sony, ganha ainda mais força, e Andrew House também soma mais pontos em seu rico portfólio como executivo de longa data na gigante.

O que você achou da unificação da Sony para a marca PlayStation? Comente no Fórum do TecMundo.

Cupons de desconto TecMundo: