Após o terremoto e o tsunami que atingiram o Japão nesta sexta-feira (11 de março), a Google estabeleceu novos serviços para ajudar as vítimas do desastre. O Person Finder (Localizador de pessoas) permite aos usuários registrarem nomes de amigos ou parentes desaparecidos, além de realizar buscas para descobrir se eles permanecem vivos.

(Fonte da imagem: Google Person Finder)

O serviço, que conta com versões em japonês e em inglês, possui uma lista pequena de nomes até o momento, crescendo em ritmo acelerado. A empresa espera que, com isso, se torne mais fácil entrar em contato com moradores das áreas afetadas pelo desastre, o que deve ajudar o trabalho das equipes de buscas por sobreviventes. Quem deseja ajudar na causa, pode clicar aqui para obter o código HTML necessário para divulgar o serviço em um site ou blog pessoal.

Notícias em tempo real

A Google também criou um site no qual é possível obter diversas informações referentes ao desastre. Além de conferir em tempo real as últimas notícias relacionadas à destruição causada e o número de vítimas, é possível conferir detalhes da operação de serviços essenciais, como o sistema de metrôs de Tóquio ou quais as plantas de geração de energia afetadas.

(Fonte da imagem: Google Maps)

Moradores das áreas costeira de outros países também podem conferir uma página do Google Maps em que são mostradas todas as regiões que devem ser afetadas pelo tsunami decorrente do terremoto. Clique aqui para acessar a página repleta de marcadores que indicam o horário em que as ondas devem chegar às diferentes partes do mundo.

Fábricas afetadas

O mundo da tecnologia pode ser um dos principais afetados pelo terremoto que atingiu o Japão. A Sony anunciou uma pausa na operação de seis de suas fábricas localizadas no noroeste do país, responsáveis pela produção de discos Blu-ray, baterias e cabeças magnéticas para discos rígidos.