Como um bom profissional, James Bond só usa equipamentos dos quais gosta e que transmitem confiança total a ele. No entanto, caso isso não aconteça, o agente do Reino Unido está disposto a abrir exceções mediante um pagamento milionário, conforme revelam documentos internos vazados da Sony Pictures.

Caso você não tenha entendido o parágrafo anterior, esclarecemos: emails confidenciais revelam que Daniel Craig, responsável por dar a vida ao icônico agente, cobrou US$ 5 milhões para ser fotografado com o Xperia Z4. Tudo isso devido ao fato de que tanto o ator quando o diretor do próximo filme da franquia, Spectre, simplesmente não gostam muito dos aparelhos produzidos pela empresa.

“Além do fator $$, há, como você sabe, um fator CRIATIVO no qual [o diretor Sam Mendes] e Daniel [Craig] não gostam do celular da Sony para o filme (o pensamento objetivo/subjetivo é que James Bond só usa o ‘melhor’ e, em suas mentes, o aparelho da Sony não é o ‘melhor’)”, afirma uma das mensagens divulgadas pelo Wikileaks.

Samsung também entrou na negociação

Datado de outubro de 2014, o email também cogita a possibilidade de o agente secreto usar um smartphone da Samsung em seu próximo filme. Enquanto a Sony estava disposta a investir US$ 18 milhões em “compromissos de propaganda” no filme, a rival sul-coreana estaria disposta a gastar um valor próximo a US$ 50 milhões.

Infelizmente, nos documentos vazados não há informações sobre qual celular James Bond considera como “o melhor”. Vale lembrar que, no filme mais recente da franquia — “Skyfall”, o agente usa um Xperia T como seu celular, mas todos sabem que o personagem não se importa muito em trocar seus gadgets por outras opções mais modernas.

Cupons de desconto TecMundo: