Fonte  da imagem: CompactFlash Association

Sony, SanDisk e Nikon se uniram e enviaram à CompactFlash Association (CFA) uma proposta para um novo formato de cartão de memória que troca a interface PATA pela PCI Express. O resultado é uma velocidade de transferência de dados de até 500 megabytes por segundo e capacidade de armazenamento que ultrapassa os 2 terabytes. A novidade é quase quatro vezes mais veloz que o padrão atual mais avançado, o CF 6.0, capaz de transferir dados a 167 MB/s.

A novidade corresponde às expectativas do mercado de câmeras profissionais, que nos próximos anos tendem a apostar cada vez mais em formatos com alta definição. Seja na captura de imagens no formato RAW ou vídeos em resolução Full HD, um padrão com maior velocidade de transferência permite capturar conteúdo com maior rapidez, além de acelerar o processo de enviar dados para um computador.

A CompactFlash Association já anunciou a reunião de um novo grupo de trabalho para analisar a proposta dos fabricantes e, se depender da declaração dada pelo presidente da CFA, Shigeto Kanda, tudo indica que as novas especificações serão aceitas sem problemas. Segundo ele, o desenvolvimento da nova interface de conexão corresponde às necessidades da indústria da imagem para os próximos anos e deve abrir a porta para disponibilizar novas aplicações baseadas no novo padrão.

O envolvimento da Sony e SandDisk no projeto também pode indicar que no futuro próximo ambas as companhias podem investir em um único formato para seus cartões de armazenamento. Isso traria vantagens principalmente para o usuário final dos produtos, que não teria mais que se preocupar em comprar cartões em formatos proprietários, que possuem preços geralmente mais elevados.

Cupons de desconto TecMundo: