A Sony Brasil anunciou na última quinta-feira (7) o lançamento das caixas de som SRS-X5 em território nacional. Dispensando totalmente o uso de fios, o aparelho com capacidade de 20 W RMS é compatível com as tecnologias Bluetooth e NFC e possui uma bateria interna que garante até 8 horas de uso contínuo.

“Com o SRS-X5 é possível ouvir as suas músicas favoritas pelo seu smartphone com alta qualidade de áudio e conexão simples, sem fios”, explica Ana Malerbi, gerente de produto de Áudio da Sony Brasil. “A caixa de som é muito leve, pesa apenas 1,2 kg e é muito compacta, fácil de levar para qualquer lugar e animar o ambiente”, garante.

A conexão com o aparelho pode ser feita tanto através de conexões Bluetooth quanto pelo padrão NFC — no segundo caso, basta encostar o dispositivo em questão nas caixas de som. Segundo a Sony, também é possível atender ligações enquanto se usa o acessório através de seu microfone embutido.

Especificações técnicas

  • Potência: 20 W RMS
  • Conectividade: micro USB (para recarga), P2 (cabo não fornecido), Bluetooth e NFC
  • Cores disponíveis: prata com detalhes
  • Peso: 1,2 kg
  • Preço sugerido: R$ 999
  • Disponibilidade imediata no site Sony Store, lojas físicas oficiais e revendas autorizadas

Acompanhando o mercado de smartphones

O lançamento do produto é uma consequência do grande aumento das vendas de smartphones registrado no Brasil. “A Sony, que já comercializa modelos de caixa de som sem fios, está apostando em novas versões para esse ano fiscal, trazendo aos consumidores produtos com a qualidade de som da fabricante e com belo design”, afirma Carlos Paschoal, diretor-geral de Marketing e Vendas da Sony Brasil.

Segundo a Sony, pesquisas mostram que ouvir música é uma das principais atividades realizadas pelos consumidores e um dos principais incentivos que os levam a adquirir um celular mais potente. “Com isso, o consumidor também passa a querer mais conectividade, principalmente ao ouvir suas músicas. Assim, esse mercado de Áudio Portátil ainda tem muito para crescer, como já ocorre com o de smartphones”, complementa Paschoal.

Cupons de desconto TecMundo: