A Sony é uma das principais marcas de entretenimento tecnológico da atualidade. Graças a equipamentos como o Playstation e à conquista da guerra de formatos entre Blu-ray e HD-DVD, a fabricante japonesa está cada vez mais presente no cotidiano das pessoas.

Outro grande mercado com participação expressiva da inventora do Walkman é o de câmeras digitais compactas. Apesar de não competir com Canon e Nikon em termos profissionais, é significativa a quantidade de amadores que levam suas Cybershot para todo canto.

Os novos lançamentos da linha – as compactas DSC-WX5 e DSC-TX9 – abraçam uma campanha pela popularização da tecnologia tridimensional já levada por outros segmentos da marca, como as TVs, Blu-rays e o próprio Playstation 3.

Dimensões paralelas

Sony Cybershot DCS-WX5      Sony Cybershot DSC-TX9

Além da capacidade 3D – obtida através de uma adaptação do já conhecido e poderoso modo “varredura de paisagem” (sweep panorama) – as novas câmeras japonesas contam com capacidade de filmagem HD (720p ou 1080i) e uma variedade de efeitos já existentes em outras Cybershot.

Tanto a DSC-WX5 quanto a DSC-TX9 contam com o novo sensor Exmor – com medidas de 1 x 2,3 polegadas – retroiluminado de 12,2 megapixels. Outras similaridades são o modo “Superior Auto”, que dispara entre duas e seis imagens em rápida sucessão, combinando-as para um melhor resultado final;, a varredura de panorama – em duas e três dimensões – e o modo de desfocagem de fundo;, além do modo “pele suave” para melhorar retratos.

Sony Cybershot DSC-WX5      Sony Cybershot DSC-TX9

As diferenças entre as câmeras são basicamente escolhas de design e engenharia. Enquanto o modelo WX5 – mais simples – conta com zoom ótico de 4x iniciado em equivalência  à grande angular ade 24 mm e LCD de 2,4”, a TX9 vem equipada com LCD sensível a toque de 3,5” e lente equivalente ao zoom de 25 – 100 mm.

O corpo das câmeras também se diferencia na disponibilidade de cores, com a WX5 em vermelho ou cinza escuro, e a TX9 em prata ou preto.

Sem complicação

As imagens capturadas com as câmeras da Sony poderão ser exibidas – com toda a profundidade – em televisores capazes de reproduzir as três dimensões e no console de video games através de um software especial que deve ser liberado ao publico em setembro de 2010.

Ambos os modelos também contam com um cabo específico para conexão direta com os televisores capazes de exibição tridimensional, permitindo que as fotos sejam vistas sem a necessidade de um computador.

Profundidade acessível

Sony Cybershot DSC-TX9Ainda não disponíveis para compra no Brasil, as novas câmeras compactas 3D da Sony não têm preços altíssimos no exterior. O modelo mais caro – DSC-TX9 – pode ser comprado por pouco menos de 400 dólares, enquanto a câmera básica DSC-WX5 custa 299 dólares.

Infelizmente, pensando na taxação e impostos que esse tipo de equipamento sofre ao entrar no Brasil, pode-se esperar valores bem mais altos que os 600 reais para o modelo mais simples, ou 800 reais para a câmera com touchscreen.

Cupons de desconto TecMundo: