(Fonte da imagem: Reprodução/Facebook)

O líder da Sony Worldwide Studios, Shuhei Yoshida, é conhecido pelas respostas rápidas e honestas, via Twitter, sobre perguntas relacionadas ao PlayStation e como responsável pela maior integração entre a companhia e desenvolvedores indie. Em entrevista ao site Games Industry, ele reafirmou algo que já havia dito durante a Tokyo Games Show 2013: não há mais dúvidas de que os smartphones prejudicaram as vendas de consoles portáteis.

De acordo com a entrevista, embora a Sony tenha conseguido deixar o preço do Vita abaixo de 300 dólares, o problema na competição contra o mercado mobile está nos aparelhos serem muito caros e exigirem planos mensais de  80 dólares. Logo, nesse panorama, jogadores casuais vão preferir games gratuitos por já terem seu dinheiro comprometido.

(Fonte da imagem: Divulgação/Sony)

Apesar disso, Yoshida indica que a Sony não está parada e pretende abraçar o mercado dos smartphones: não apenas a empresa vai lançar “aplicativos auxiliares” para Android e iOS (cujas funções são variadas, indo de informações sobre jogos, recursos do sistema e acesso à PSN), mas também vai liberar um kit de desenvolvimento (SDK) para que os desenvolvedores focados em smartphones passem também a produzir games para o PlayStation Mobile.

Com o novo modelo de PS Vita (mais leve, anatômico e fino), o preço esperado de venda promete baixar ainda mais, tornando-o mais viável e atrativo. Juntando isso ao Vita e PS4 terem sido desenvolvidos tendo em mente um ao outro, e também ao fato de a Sony prezar pela qualidade dos jogos e pelas experiências por ele proporcionadas, Yoshida espera que as vendas do portátil aumentem, apostando na conectividade Gaikai – ela permite jogar títulos de PS3 e PS4 no próprio Vita.

Via BJ

Cupons de desconto TecMundo: