Quantidade de vendas em unidades por setor da Sony nos últimos trimestres fiscais. (Fonte da imagem: Reprodução/The Verge)

A japonesa Sony, que passava por momentos difíceis até algum tempo, conseguiu registrar lucro no último trimestre fiscal. Somando todas as suas divisões, foram US$ 35 milhões entrando no caixa da empresa depois de pagar todas as despensas. Grande parte desse resultado se deve às boas vendas de smartphones da marca combinadas com a baixa no valor do iene, que fortaleceu as exportações da fabricante.

O lucro da empresa não é nenhum espetáculo, comparado ao que empresas como a Samsung e Apple apresentaram nesse período, mas é bastante significativo para quem vinha contando várias marcas negativas.

Apesar de a venda de smartphones ter puxado a empresa do buraco, outro setor tradicional tem mostrado o sinal de alerta. Mesmo gerando uma receita de US$ 82 milhões, o setor de câmeras fotográficas teve uma queda de 10% no volume de vendas, se compararmos os números do mesmo período do ano passado.

Efeito PS4

O setor de entretenimento da japonesa, responsável pelo console da marca foi um dos grandes “vazamentos” nas contas. Foram US$ 192 milhões perdidos nesse setor. A Sony explica que esse resultado reflete a iminência do lançamento do PS4, que gerou muitos custos para a divisão ao mesmo tempo em que as vendas do PS3 caíram bruscamente com a apresentação do novo console. Os modelos PS2 e PSP também não foram muito bem e ajudaram a aumentar o prejuízo.

O setor de TVs parece o mais estável da empresa. As vendas continuam registrando índices que alteram pouco e o lançamento de modelos 4K já parece ter surtido algum efeito. No geral, até abril do ano que vem, a Sony espera registrar até US$ 500 milhões em lucro. Caso isso não aconteça, a fabricante terá seu segundo ano consecutivo de perdas.

Cupons de desconto TecMundo: