O lançamento do Xperia Z Ultra surpreendeu muita gente, não só pelo hardware poderoso do smartphone, mas também pelo fato de que a sua tela gigantesca se confirmou.

Como havíamos noticiado na semana passada, dessa vez, a companhia japonesa aposta em um phablet que vai aos limites, apresentando um avantajado display com nada menos do que 6,4 polegadas de tamanho.

O fato é que a empresa segue uma tendência de mercado, afinal de contas, as telas dos celulares não param mais de crescer – basta nos lembrarmos dos novos Ascend P6, da Huawei, e do Galaxy Mega, da Samsung. Mas e o novo Xperia Z Ultra, será que ele ainda pode ser considerado um smartphone ou já podemos dizer que ele é um tablet que faz ligações?

Grande e poderoso

O enorme display utilizado no novo gadget da Sony não deixa a desejar na hora de apresentar também uma imagem de qualidade. Com resolução 1080p Full HD (1920x1080), a tela do aparelho consegue atingir 352 ppi de densidade de pixels, uma marca considerável se levarmos em conta toda a área ocupada pelo display. De quebra, a tecnologia das TVs Bravia tem tudo para deixar a reprodução de vídeo muito bonita.

Tela avantajada e tecnologia das TVs Bravia (Fonte da imagem: Divulgação/Sony)

O aparelho também traz um hardware caprichado, já contando com o processador que promete comandar os gadgets móveis a serem lançados daqui para frente: o novo Snapdragon 800. A conectividade 4G também está presente, além de uma bateria com carga respeitável. Confira algumas das características do Xperia Z Ultra.

  • Sistema operacional Android Jelly Bean 4.2.2;
  • Display Triluminos de 6,4 polegadas e resolução Full HD (1920x1080);
  • Armazenamento interno de 16 gigabytes (5 GB ocupados pelo sistema);
  • Memória interna expansível para mais 64 GB;
  • 2 GB de memória RAM;
  • Câmera traseira de 8 megapixels;
  • Processador quad-core Qualcomm Snapdragon 800 de 2,2 GHz;
  • GPU Adreno 330;
  • Bateria com 3.000 mAh;
  • Conectividade 4G;
  • Corpo à prova d’água e com 6,5 milímetros de espessura;
  • 212 gramas de peso total.

Tomando banho

Além do hardware de ponta, o Xperia Z Ultra também surpreende por trazer alguns diferenciais na construção do seu corpo. O grande destaque, nesse caso, fica por conta do fato de que o aparelho é totalmente à prova d’água.

Sony diz que aparelho é capaz de filmar até 30 minutos embaixo da água (Fonte da imagem: Divulgação/Sony)

Segundo a Sony, a ideia é que você possa utilizar o seu smartphone onde quiser, esteja você na poluição de um centro industrial ou mergulhando em uma piscina. Isso mesmo, de acordo com o release da companhia, o gadget é resistente à ação agressiva da poeira e ainda permite que você faça filmagens até mesmo embaixo da água. De quebra, o display resistente é capaz de reconhecer qualquer tipo de caneta stylus ou lápis.

Vale destacar também que a companhia japonesa conseguiu “apertar” uma bateria de 3.000 mAh em um gadget bastante fino, com 6,5 milímetros de espessura. Tudo em corpo que pesa apenas 212 gramas, muito pouco se levarmos em conta o tamanho da tela.

Já para quem não quer ficar segurando um aparelho de 6,4 polegadas no rosto enquanto conversa pelo celular (sim, o Xperia Z também faz ligações!), a Sony incluiu um fone de ouvido com microfone que funciona por meio do Bluetooh.

O novo Sony Xperia Z Ultra ainda não tem previsão de lançamento no Brasil. Segundo a BBC, o novo phablet chega às lojas asiáticas já no próximo mês de julho, enquanto que o lançamento do aparelho na Europa e nos EUA está marcado para setembro. Nenhum preço foi revelado, mas, como se trata de um aparelho high-end, espera-se que ele venha para competir com os Galaxy S4 e Note 3, da Samsung e também com outros aparelhos mais "avantajados".

Cupons de desconto TecMundo: