Reuters - A gigante japonesa de eletrônicos Sony alertou que está avançando em direção a um prejuízo anual de 2,9 bilhões de dólares, número maior do que o esperado, apresentando um desafiante cenário para o novo presidente-executivo da companhia, Kazuo Hirai, que prometeu agir rapidamente para virar o jogo.

Superada por concorrentes mais inovadoras na última década, como a Apple e a Samsung, a Sony divulgou uma decepcionante perda operacional de 1,2 bilhão de dólares para o trimestre de outubro a dezembro, normalmente um período lucrativo por conta da temporada de compras de fim de ano. O resultado veio em meio à batalha da companhia diante da valorização do iene e após enchentes na Tailândia terem afetado seus fornecedores, além da fraqueza econômica local.

A companhia previu um prejuízo de 220 bilhões de ienes (2,9 bilhões de dólares) para o ano fiscal terminado em março, seu quarto ano seguido no vermelho, quase o dobro acima do esperado pelo mercado, revelando um duro caminho à frente de Hirai, que assume como presidente-executivo em abril.

Cupons de desconto TecMundo: