Em um evento realizado em São Paulo nesta quarta-feira (7), a Sony deu uma prévia do que o público brasileiro pode esperar da empresa para o resto do ano quando o assunto são eletrônicos. Claro que o TecMundo esteve por lá e pudemos conferir bem de perto algumas dessas novidades, como uma verdadeira enxurrada de lançamentos no setor de televisores, com opções para todos os gostos e bolsos.

Com o objetivo de lidar com diferentes necessidades do consumidor, a empresa decidiu trabalhar tanto com equipamentos da dita linha “super premium” – com um clube bem seleto de adeptos – quanto com aparelhos feitos sob medida para quem quer comprar a sua primeira TV com resolução 4K. Opções de “segunda televisão”, para quem já tem uma smart TV principal, e produtos mais flexíveis em seu uso também fazem parte do pacote da japonesa para 2017.

Qualidade de imagem é um dos pilares da Sony

Uma nova flagship no mercado

Para mostrar o que tem de melhor em questão de qualidade de imagem e tecnologia, a Sony revelou a chegada da versão de 100” da XBR Z9D, lançada anteriormente em um tamanho mais humilde, de apenas 75”. Grande o suficiente para fazer você repensar o tamanho da sua sala, a TV se esforça para valer o preço e o espaço que ela toma da sua parede.

Afinal, estamos falando de um brinquedinho com tecnologia Backlight Master Drive – que oferece um controle da iluminação dos pixels de forma quase individual –, painel de altíssimo brilho e suporte ao XDR PRO (X-tended Dymanic Range PRO). Essa combinação de recursos ajuda a garantir que a imagem seja clara o suficiente, mas não distorça os tons mais escuros, valorizando bastante o contraste e a gama de cores reproduzida pelo equipamento.

Um colosso de 100" na sua sala? Quem nunca!

Segundo a fabricante, tudo isso, aliado ao novo processador 4K HDR X1 Extreme – cerca de 40% mais veloz que o seu antecessor – garante que a XBR Z9D tenha “a melhor qualidade de imagem já vista nas TVs da Sony”. Muito disso também se deve ao painel Triluminos da marca e à paleta de cores de 14 bits, capazes de proporcionar uma performance bem impactante em reproduções 4K HDR.

Qual é o preço do luxo?

Experimentar um aparelho como esses, infelizmente, não é tão simples no momento. Isso porque, apesar de a TV estar disponível a partir de hoje para venda, só há um exemplar disponível para apreciação, no showroom da própria Sony, em São Paulo. É preciso agendar a visita junto à empresa antes de fazer a visita. Mas, afinal, qual é o preço do luxo? Nada menos que R$ 350 mil – ou R$ 3,5 mil por polegada, caso você prefira justificar o valor para si mesmo de um jeito mais suave.

Mais variedade no segmento premium

Para quem não tem algumas centenas de milhares de reais para gastar em uma nova TV, a companhia também oferece linhas mais acessíveis – mas que ainda devem exigir um bom saque do seu FGTS. Os televisores da família XBR A1E, por exemplo, que recebem o apelido mais carinhoso de Bravia OLED, estão programados para chegar ao mercado nacional em outubro e, apesar de não terem preço oficial, têm uma estimativa de ficar na faixa dos R$ 23 mil a R$ 25 mil.

Os diferenciais dessa belezinha, além da resolução 4K e do suporte ao HDR, são as imagens reproduzidas pelo painel OLED – com maior contraste e profundidade de cores – e o modo como o aparelho utiliza o próprio design da tela para propagar o som pelo ambiente. A ideia da Sony, aqui, foi utilizar vibrações no próprio display para aumentar a imersão de áudio ao fazer com que os sons pareçam se originar no ponto em que uma pessoa ou um objeto se movimenta em cena – uma das características da nova tecnologia Acoustic Surface.

Os painéis OLED começam a despertar o interesse dos consumidores

Se o papo com a XBR A1E é potencializar a experiência de áudio da TV de 65 polegadas, o objetivo da linha XBR X905E é apresentar um upgrade à altura da série XBR X855D – lançada em 2016. Assim, a ideia foi oferecer três tamanhos distintos de equipamentos – 55”, 65” e 75” –, aprimorar o design da família, adicionar uma dose de tecnologia e manter o mesmo preço dos produtos do ano passado.

A mesma fórmula de 2016, mas com mais tecnologia

Na prática, isso significa que é possível atualizar a TV de casa com preços a partir de R$ 5,3 mil para o modelo mais simples. De novidade, a linha traz suporte a fones de ouvido Bluetooth e adoção da tecnologia XDR PRO. Adicionalmente, esses aparelhos têm elementos de produtos mais caros para garantir uma boa qualidade de imagem, incluindo o processador 4K HDR X1, a tela Triluminos e o recurso Motionflow 960.

Primeira ou segunda tela?

Quem busca fazer o salto do Full HD para o 4K ou quer uma TV complementar em casa também deve ser bem atendido pelos lançamentos da Sony. Para começar, a empresa oferece a linha X7505D como uma opção mais acessível de seus aparelhos, unindo a resolução Ultra HD, o processamento 4K X-Reality Pro, a tecnologia HDR e o Motionflow 960 para fazer as imagens na tela de 65” saltarem aos olhos. Para quem quer algo menor, há ainda a série X705E com modelos de 49” e 55”.

Agora, se a ideia é adquirir uma TV menor para ambientes como cozinhas, quartos das crianças e escritórios, a linha W655D pode ser mais indicada na hora de atender essa demanda que, segundo a Sony, cresce cada vez mais entre os consumidores brasileiros. Aqui, o conteúdo exibido nos painéis de 32”, 40” ou 48” fica na resolução Full HD, mas o televisor em si mantém boa parte das boas práticas de design de seus irmãos maiores. As bordas finas e o acabamento discreto, por exemplo, garantem que você não tenha um trambolhão no seu lar.

Vale notar que quase todos esses equipamentos anunciados pela Sony rodam a Android TV e têm atualização garantida para a versão Nougat da plataforma multimídia da Google ao longo de 2017. E aí, qual é a sua experiência com as TVs da Sony? Acha que elas valem o preço muitas vezes superior ao da concorrência? Curte a qualidade de imagem delas? Deixe o seu comentário mais abaixo.

Cupons de desconto TecMundo: