Windows 11 é incompatível com caracteres fora do padrão ASCII

1 min de leitura
Imagem de: Windows 11 é incompatível com caracteres fora do padrão ASCII
Imagem: Windows
Avatar do autor

O novo sistema operacional da Microsoft foi lançado há poucos dias, mas os usuários já começaram a reportar problemas. De acordo com novos relatos publicados na internet, a Microsoft está bloqueando a atualização do Windows 11 em PCs com softwares que requisitam códigos de registro com caracteres fora do padrão ASCII.

Aqueles computadores que já atualizaram o Windows 10 para a nova versão, e tem softwares com código de registro fora do padrão ASCII, não devem conseguir abrir os apps. O pior é que isso pode acabar causando problemas sérios nos computadores atualizados, até como a famigerada tela azul.

“Foram encontrados problemas de compatibilidade entre aplicativos que usam alguns caracteres não ASCII em suas chaves ou subchaves do registro. Os aplicativos afetados podem não conseguir abrir e podem causar outros problemas ou erros no Windows, incluindo a possibilidade de receber um erro com uma tela azul”, revelou a Microsoft.

A Microsoft revelou que os clientes com apps fora do padrão ASCII não devem conseguir atualizar e, mesmo se conseguirem, a companhia não aconselha.A Microsoft revelou que os clientes com apps fora do padrão ASCII não devem conseguir atualizar e, mesmo se conseguirem, a companhia não aconselha.Fonte:  Windows 

Alguns erros causados por esse contratempo podem virar danos irreparáveis em um PC que já tenha recebido a atualização. Ou seja, nesses casos, só será possível consertá-lo realizando uma formatação limpa.

O que é o ASCII?

O ASCII (American Standard Code for Information Interchange) é um padrão de códigos alfanuméricos criado para computadores nos anos 1960 — até aquele momento, as regras eram diferentes em cada PC, por isso o ASCII foi tão revolucionário.

Basicamente, a função do ASCII é padronizar a forma que os computadores representam caracteres alfanuméricos, ou seja, com letras, números, acentos, sinais e outros códigos importantes. Assim, o sistema operacional vai processar informações binárias e “responder” com caracteres ASCII.