Windows 11 já está presente em cerca de 1% dos PCs

1 min de leitura
Imagem de: Windows 11 já está presente em cerca de 1% dos PCs
Imagem: Microsoft/Divulgação
Avatar do autor

A AdDuplex publicou um relatório sobre o uso das versões do Windows, incluindo o recente Windows 11. Em destaque, o novo sistema operacional da Microsoft aparece sendo executado por 0,9% dos PCs analisados.

As informações são baseadas em dados coletados em 26 de julho de 2021 por meio de quase 5 mil aplicativos que usam o AdDuplex SDK. Segundo a empresa, cerca de 60 mil computadores foram usados para o estudo.

Gráfico com a porcentagem de uso de cada versão do Windows 10 e 11.Gráfico com a porcentagem de uso de cada versão do Windows 10 e 11.Fonte:  AdDuplex/Divulgação 

Os dados do relatório se referem às prévias do Windows 11 disponibilizadas para membros do Windows Insider. Esse número deve aumentar quando a versão beta do SO for liberada e chegar a mais usuários.

A pesquisa também mostra que 0,2% dos dispositivos estão rodando a versão Insider do Windows 10 – possivelmente a 21H2. No caso, essa edição está sendo enviada para pessoas cujo PCs não são compatíveis com os requisitos do Windows 11.

Ademais, a versão 20H2 ocupa o primeiro lugar ao ser executada por 36,3% dos computadores analisados. Em segundo lugar está a edição 21H1 (26,6%), seguida pela versão 2004 (24,6%).

Quadro com o histórico de adoção das versões do Windows 10.Quadro com o histórico de adoção das versões do Windows 10.Fonte:  AdDuplex/Divulgação 

A escalada das versões do Windows

A AdDuplex também publicou um quadro sobre a velocidade com que as versões do Windows 10 foram adotadas após o lançamento. Então, os dados expõem as diversas tendências que a Microsoft seguiu ao longo da história do SO.

Marcada por updates constantes, a edição 1803 teve uma rápida escalada entre os usuários. Por outro lado, a versão 1809 teve maior rejeição após a empresa ignorar a prévia para Insiders e disponibilizar um produto cheio de bugs.

Desde essa “trágica” experiência, a Microsoft reformulou todo o processo de atualização. Assim, a companhia apenas força os usuários a realizarem updates quando o suporte daquela versão está próximo do fim.