Antivírus Norton oferece recurso para mineração de ethereum

1 min de leitura
Imagem de: Antivírus Norton oferece recurso para mineração de ethereum
Imagem: Decrypt/Reprodução
Avatar do autor

Em breve, os usuários do Norton LifeLock poderão minerar a criptomoeda ethereum sem a necessidade de programas extras. A empresa de antivírus anunciou nesta semana o lançamento de uma nova funcionalidade do software de segurança.

O Norton Crypto possibilita colocar os computadores para trabalhar na mineração de criptomoedas de forma totalmente segura, garante a empresa. Eventualmente, os donos das máquinas poderão ganhar dinheiro de verdade com o processo.

Norton Crypto diminuirá a barreira de entrada no mundo das criptomoedas.Norton Crypto diminuirá a barreira de entrada no mundo das criptomoedas.Fonte:  Norton/Divulgação 

"Estamos orgulhosos de ser a primeira empresa de segurança a oferecer aos mineradores a chance de transformar com proteção e facilidade o tempo ocioso dos PCs em um meio de ganhar moeda digital", disse Gagan Sign, diretor de produtos da Norton.

Conforme o executivo, o Norton Crypto permite que os clientes minerem ethereum com apenas alguns cliques. Oferecendo uma carteira digital, a empresa quer diminuir a barreira de entrada no ecossistema de criptomoedas.

Atualmente, os mineradores se expõem ao desativar programas de segurança para realizar o processo. O que deixa os computadores vulneráveis a códigos maliciosos que podem diminuir os ganhos e até mesmo ransomwares.

Por ser uma empresa de segurança, a Norton garante que a nova ferramenta realmente protegerá as máquinas e as criptomoedas. A previsão é que o recurso esteja disponível para os clientes do Norton 360 nas próximas semanas.

Especialistas não acreditam que a ferramenta será realmente útil.Especialistas não acreditam que a ferramenta será realmente útil.Fonte:  Pexels/Reprodução 

Novidade recebida com preocupação

A Norton não revelou como monetizará o recurso, mas imagens indicam um sistema em que os usuários compartilham recompensas. Além de tornar os pagamentos mais previsíveis, isso permite que a empresa cobre uma taxa de adesão.

Por outro lado, especialistas em criptomoedas receberam a notícia com certa desconfiança. Eles destacam que a mineração consome muita energia e seria impossível ganhar mais dinheiro do que o gasto com a conta de luz.

Portanto, o Norton Crypto seria viável somente para usuários que não pagam pela eletricidade que usam, como escritórios ou acomodações estudantis. Contudo, isso poderia acarretar eventuais casos jurídicos.