Apple exclui app que organizava festas secretas na pandemia

1 min de leitura
Imagem de: Apple exclui app que organizava festas secretas na pandemia
Imagem: Vybe Together/Reprodução
Avatar do autor

O aplicativo Vybe Together, que facilitava a organização de festas privadas nos Estados Unidos em meio às restrições de encontros e reuniões presenciais por causa da pandemia do novo coronavírus, foi removido da App Store nessa terça-feira (29), pela Apple.

Com o slogan “Get your rebel on. Get your party on” (“Seja rebelde. Comece a sua festa”, em tradução livre), o app incentivava os usuários a organizar e a participar de festas secretas, burlando as determinações de distanciamento social das autoridades de saúde americanas.

Funcionando de maneira simples, a plataforma exigia que os interessados em utilizar o app enviassem as informações do perfil no Instagram e fotos suas em festas. Após a aprovação do cadastro, os usuários poderiam se inscrever para participar dos encontros promovidos no serviço, recebendo o endereço do local do evento cerca de duas horas antes do início previsto.

O app tinha milhares de usuários cadastrados nos EUA.O app tinha milhares de usuários cadastrados nos EUA.Fonte:  The Verge/Reprodução 

Em entrevista ao The Verge, o cofundador do Vybe Together, identificado apenas como Albin, disse que o app já possuía milhares de usuários cadastrados, além de outros milhares de candidatos na fila de espera para aprovação do perfil, antes de ser removido da loja oficial do iOS.

Banido também nas redes sociais

O app que organizava festas clandestinas na pandemia também estava presente em outras plataformas, promovendo os encontros secretos. Em seu perfil no TikTok, por exemplo, havia um vídeo anunciando uma festa de réveillon em Nova York, onde tais eventos não podem reunir mais do que 10 pessoas.

Já no Instagram, os organizadores de festas clandestinas trocaram as postagens por uma mensagem na qual diziam não concordar com grandes reuniões, divulgada após a repercussão negativa do serviço na mídia. Nas duas plataformas, o app teve seus perfis removidos.

Os criadores do app anunciaram estarem cientes dos perigos da covid-19 no site oficial do serviço, agora fora do ar, mas diziam que queriam fazer “pequenas reuniões” para “viver com vibe durante esses tempos”.