Chrome OS rodará programas do Windows em breve

1 min de leitura
Imagem de: Chrome OS rodará programas do Windows em breve
Imagem: Reprodução
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Uma parceria entre a Google e a especialista em virtualização Parallels permitirá que Chromebooks rodem, em breve, programas do Windows. Quem deu a notícia foi Cyrus Mistry, gerente de produtos da gigante de buscas para Chrome OS.

De acordo com o executivo, tais aplicações poderão ser manuseadas simultaneamente ao sistema operacional, e a novidade já está presente em dispositivos empresariais. Ainda que especificações exatas não sejam conhecidas, sabe-se que não será possível executar o Windows completo.

Espera-se que experiência encontrada seja semelhante à oferecida pela empresa para macOS e Linux. Em 2018, Mistry explicou que a companhia iniciou um projeto para ativar o modo de inicialização dupla no Chrome OS, mas que ele foi cancelado devido a razões de segurança. Por isso, optou-se pela virtualização.

Recurso deverá ser semelhante ao encontrado em outros sistemas operacionais, como o macOS.Recurso deverá ser semelhante ao encontrado em outros sistemas operacionais, como o macOS.Fonte:  Reprodução 

O melhor de dois mundos

Além de possibilitar a execução de programas, o novo recurso redirecionará os arquivos suportados do Windows dentro do Chrome OS diretamente para a área de trabalho do Parallels, oferecendo, segundo Mistry, o melhor dos dois mundos e proporcionando uma experiência sólida sem a necessidade de mudar totalmente para a área de trabalho do SO da Microsoft

Por fim, revendedores poderão agrupar o recurso em Chromebooks de ponta, e administradores de TI podem permitir o acesso às versões corporativas.

Ainda não foi divulgada a data de lançamento nem o preço do Parallel Desktop for Chromebook. De qualquer forma, uma página que o descreve e exibe um formulário para quem deseje se inscrever e receber boletins for criada – o que sugere que não estamos muito longe de vermos a novidade por aí.

Chrome OS rodará programas do Windows em breve