Atualizações do Android serão mais fluidas, mas só em top de linha

1 min de leitura
Imagem de: Atualizações do Android serão mais fluidas, mas só em top de linha
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

A Google está trabalhado em um recurso que vai deixar as atualizações Over-the-air (ou OTA) mais dinâmica, fluidas e até imperceptíveis para o usuário. Quem descobriu a novidade foi o Android Gerrit, que encontrou referências à nova tecnologia em códigos do projeto de código aberto do sistema operacional.

A novidade se chama "Resume on Reboot" (Continuar na Reinicialização, em tradução livre) e vai facilitar as atualizações OTA no Android — que são aqueles updates automáticos enviados para o aparelho.

Basicamente, ela permite que o seu smartphone volte a funcionar normalmente após uma atualização OTA. Antes, após a conclusão do processo, você precisava desbloquear o dispositivo novamente (seja com senha, PIN ou biometria) para que o procedimento fosse confirmado e os aplicativos voltassem a funcionar. Nesse caso, você poderia perder notificações, mensagens e conteúdos importantes, principalmente se passar horas sem conferir o dispositivo. O que a função faz é "guardar" as credenciais e aplicar elas automaticamente, impedindo que os apps fiquem travados.

Muita calma nessa hora

Só que tudo isso tem um porém: por causa dos pré-requisitos dessa melhoria, nem todos os dispositivos receberão a função. Ela deve ser restrita a dispositivos top de linha e, nominalmente, apenas o Pixel 4 foi confirmado por enquanto e já está recebendo testes do "Resume on Reboot". O recurso deve ser oficializado em uma atualização futura do Android 10 ou ficar somente para o Android 11.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Atualizações do Android serão mais fluidas, mas só em top de linha