Google remove apps que dão o 'golpe do período de testes' no Android

1 min de leitura
Imagem de: Google remove apps que dão o 'golpe do período de testes' no Android
Avatar do autor

A Google está de olho em um novo golpe na loja digital do Android, a Google Play Store. Uma série de aplicativos começou a cobrar valores absurdos dos usuários utilizando-se de uma brecha na política de monetizações do sistema operacional.

A malandragem envolve oferecer um período grátis de testes para um aplicativo, algo comum em uma série de serviços atuais. Porém, aí vem o truque: se o usuário não curte o resultado e desinstala o app, alguns programas não contam essa remoção do aparelho como o cancelamento do tempo de teste — e fazem a renovação automática do uso, cobrando em seguida o valor original da ferramenta. Em vários casos, ele até faz subtração direta se você tiver um cartão cadastrado ou o dinheiro na sua carteira da Google. Esses programas são chamados de "fleeceware".

Fonte da imagem: Sophos/Reprodução

Segundo a Sophos, 24 apps que incluem leitores de QR Codes, calculadoras e criadores de GIFs animados foram encontrados na loja cobrando entre US$ 100 e US$ 240 de taxas anuais dos usuários desavisados. A maior parte já foi apagada, mas alguns ainda permanecem fora do radar, o que significa que o usuário deve ter cuidado com os "trials" gratuitos.

Como evitar o golpe

Normalmente, desinstalar o app já é entendido como encerrar o período de testes. Porém, a própria política da Play Store não deixa isso claro nem automatiza o processo, o que abre brechas como essa.

Enquanto o assunto não é resolvido pela empresa, fique de olho nos períodos de teste dos aplicativos e cancele manualmente esse recurso sempre que desistir de uma ferramenta para evitar futuras dores de cabeça.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Google remove apps que dão o 'golpe do período de testes' no Android