Você sabe o que é Javascript e quem usa essa linguagem?

2 min de leitura
Imagem de: Você sabe o que é Javascript e quem usa essa linguagem?
Avatar do autor

Se você já era usuário da internet entre o fim dos anos 90 e o início dos anos 2000, deve lembrar que os sites eram muito mais feios e estáticos do que hoje. A dinamicidade dos sites atuais é fruto do trabalho dos programadores que usam a linguagem JavaScript. Com ela é possível criar e controlar elementos que se movem e atualizam sem que o usuário precise ficar atualizando a página. Alguns exemplos disso são:

•    Gráficos animados
•    Slides de Fotos
•    Texto que se autocompletam

Ou seja, quando o Google faz uma sugestão de palavras-chaves para a sua busca, é o Javascript que está em ação. Parece simples, mas, obviamente, há muitas coisas acontecendo ali para que tudo funcione direito e deixe o usuário encantado com o seu site.  E se quiser saber tudo sobre o JavaScript e aprender a usá-lo na sua carreira, confira o curso completo da Udemy.

Javacript (Fonte: Pixabay/Reprodução)
Javacript (Fonte: Pixabay/Reprodução)

Nem só de Javascript é feito um site

É claro, que não é só essa linguagem que vai fazer o seu site funcionar. Como falamos anteriormente, ela é usada para criar elementos dinâmicos dentro da web. Mas ela precisa estar combinada com outra famosa dupla: HTML e CSS.

HTML vai criar a estrutura do site, ou seja, o cabeçalho, imagens estáticas que você queira incluir, o corpo do texto, etc.

CSS vai controlar a parte estética das páginas. Com essa linguagem você vai customizar a fonte, as cores, etc.

Assim, pode-se dizer que para você ter um site completo com um bom design esse é o trio essencial

Padronização foi um problema no início

As origens da JavaScript remotam o fim dos anos 90. Naquela época, para que a interação acontecesse o usuário precisava clicar em links e carregar uma nova página. Com o surgimento da JavaScript o problema finalmente poderia ter uma resolução, porém, ela demorou a acontecer. 
Por muito tempo, Javascript só funcionava em um número limitado de browsers.

O principal navegador da época era o Internet Explorer e ele era um dos que não suportava tal linguagem. Ao invés de tornar a ferramenta amigável para Javascript, a Microsoft optou por criar uma linguagem própria chamada JScript. Isso criava um problema imenso, já que quem queria criar um site naquela época acabava tendo que escolher em qual navegador o site funcionaria e isso deixava a internet menos universalmente acessível. Somente em 1999 JavaScript se tornou a linguagem padrão e assim todos os navegadores a aceitam, com raras exceções.

O caminho de uma linguagem de programação às vezes pode ser longo até que todos a adotem, mas, quando isso finalmente acontece, quem mais ganha são os usuários que podem contar com sites cada vez mais bonitos e funcionais!

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Você sabe o que é Javascript e quem usa essa linguagem?