Microsoft cria recurso para poupar bateria do notebook com vídeos online

1 min de leitura
Imagem de: Microsoft cria recurso para poupar bateria do notebook com vídeos online
Avatar do autor

Impedir que o conteúdo do vídeo que está sendo assistido seja armazenado em cache no disco: essa é a solução simples e, por que não dizer, brilhante que a Microsoft teve para economizar a bateria de laptops que rodam não apenas o Edge como qualquer outro navegador baseado no Chromium.

A ideia foi explicada em um post no Github pelo engenheiro sênior de software da Microsoft Shawn Pickett. Segundo ele, o conteúdo de mídia transmitido online é adicionado ao cache HTTP ao se reproduzirem fluxos de vídeo. Isso mantém o disco ativo, gastando energia – pior: ainda não deixa que o modo de economia seja ativado pelo sistema operacional. A solução: impedir que isso aconteça, fazendo com que, consequentemente, a bateria do laptop dure mais.

Vídeos transmitidos online são armazenados no cache HTTP, o que aumenta o gasto de energia (Fonte: F3News/Reprodução)

A proposta de Pickett é impedir que o conteúdo de mídia em fluxo contínuo seja armazenado em cache no disco sempre que possível. Alguns comentários dos desenvolvedores do Chromium sugeriram que a mudança poderia não ser vantajosa no caso da reprodução de vídeos em loop, embora os resultados dos testes realizados pelo engenheiro da Microsoft tenham se mostrado promissores.

Testes promissores

Segundo ele, “reproduzimos conteúdo de mídia de streaming de 1080p não criptografado em um laptop desconectado da energia. Registramos o consumo a cada 10 segundos, e os resultados indicaram uma melhoria de 62 mW na eficiência energética, com a atividade de gravação em disco caindo para 309 KB/s, sem mudanças significativas na exibição do vídeo”.

Se essa solicitação de recurso for aceita pela Microsoft, desativar o armazenamento de mídia no cache HTTP será padrão nos novos dispositivos – não apenas aqueles com o Edge, mas também os demais navegadores baseados no Chromium (como Chrome, Opera e Vivaldi).

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Microsoft cria recurso para poupar bateria do notebook com vídeos online