Android e iOS banem apps de paquera que permitiam menores de 13 anos

1 min de leitura
Imagem de: Android e iOS banem apps de paquera que permitiam menores de 13 anos
Avatar do autor

A Federal Trade Commission (FTC), órgão dos Estados Unidos equivalente à nossa Anatel, informou nesta segunda-feira (6) que três aplicativos de paquera e relacionamentos foram banidos por Apple e Google da App Store e Google Play Store. Por motivos ainda não esclarecidos, eles permitiam o cadastro e o uso dos serviços até mesmo por crianças menores de 13 anos.

Segundo a CNBC, os apps se chamam Meet24, FastMeet e Meet4U, todos criados e mantidos por uma desenvolvedora ucraniana chamada Wildec. No cadastro, havia o aviso de que o usuário deveria ter mais de 13 anos, mas qualquer criança com menos idade poderia preencher as informações normalmente — inclusive colocando a data de nascimento verdadeira, foto e localização em tempo real.

Com o perfil criado, outros cadastrados no app poderiam entrar em contato com as crianças sem qualquer aviso ou supervisão.

Agindo rápido

A Wildec foi notificada por violar uma lei nacional de proteção da privacidade infantil no país. De acordo com ela, crianças com menos de 13 anos são obrigadas a apresentarem consentimento dos pais para terem as suas informações compartilhadas com alguma empresa.

Mas a preocupação também envolve possíveis contatos que possam terminar em alguma forma de abuso: adultos que tenham iniciado conversas com as crianças ilegalmente cadastradas nos aplicativos foram identificados e podem ser investigados em breve.

A FTC ainda pediu a remoção dos dados desses usuários e só deve permitir que os apps voltem às lojas em uma versão "só para adultos". Ela ainda publicou um alerta para os pais sobre o uso desse tipo de aplicativo, pois controles parentais inclusive sobre as lojas de aplicativos são importantes.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Android e iOS banem apps de paquera que permitiam menores de 13 anos