Microsoft aumenta espaço mínimo necessário em disco para Windows 10

1 min de leitura
Imagem de: Microsoft aumenta espaço mínimo necessário em disco para Windows 10
Avatar do autor

A Microsoft ampliará o espaço mínimo disponível de armazenamento para a instalação do Windows 10 a partir da próxima atualização do sistema operacional. A partir de então, os usuários precisarão de uma máquina com pelo 32GB livres para o Windows de 64 bits — antes eram necessários 20GB. Já a versão de 32 bits do software continua a demandar apenas 16GB disponíveis para a instação.

Isso, contudo, não deve impactar muitos usuários, já que grande parte dos computadores, mesmo antigos, costumam ter capacidade maior do que a solicitada pela companhia. Por outro lado, os mais afetados nesse sentido podem ser donos de tablets com uma unidade de espaço restrito e que, claro, rodam a partir do sistema da Microsoft.

Especulações

Especula-se que a introdução de um novo sistema de gerenciamento de armazenamento da Microsoft pode ser a razão de a mudança estar acontecendo. Nesse caso, devem ser necessários pelo menos 7GB de espaço a mais para futuras atualizações ou evitar possíveis problemas no PC.

Outro motivo é que talvez o requisito antes necessário estivesse trazendo muitos problemas quando o Windows 10 era instalado em unidades um pouco menores. Dessa maneira, ele pode executar suas funções de forma mais adequada — e com mais folga. A próxima atualização do sistema está prevista para o dia 10 de maio, e demais informações a esse respeito podem ser obtidas no site da Microsoft.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Microsoft aumenta espaço mínimo necessário em disco para Windows 10