Microsoft desiste de acabar com versão clássica do Paint

1 min de leitura
Imagem de: Microsoft desiste de acabar com versão clássica do Paint
Avatar do autor

Em julho de 2017, a Microsoft gerou comoção ao anunciar que o clássico Paint seria completamente removido do Windows 10 para dar lugar ao novo Paint 3D. Dois anos depois, a empresa mudou de ideia e anunciou que o Paint continuará funcionando na versão mais recente do sistema operacional, para a alegria dos saudosistas.

Durante esse período, algumas pessoas que acessaram o programa de desenhos e edição de imagens foram recebidas com uma mensagem de que ele seria descontinuado e substituído pelo Paint 3D. A companhia cogitou manter o programa vivo através de uma opção de download na Microsoft Store, mas parece que nem essa medida será mais necessária.

Brandon LeBlanc, gerente sênior da Microsoft, confirmou via Twitter que o Paint continuará incluso na próxima atualização do Windows 10 e não será removido do sistema operacional, pelo menos por enquanto. A declaração foi dada em resposta a um site italiano, que questionou o motivo de a empresa ter removido o aviso de que o Paint seria descontinuado na última atualização.

Em resumo, o Paint clássico continuará instalado por padrão no Windows, por mais que a Microsoft queira migrar esses usuários para o novo Paint 3D, herdeiro de praticamente todas as funções do anterior.

Cupons de desconto TecMundo:

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Microsoft desiste de acabar com versão clássica do Paint