Google terá conselho externo para monitorar uso ético da IA

1 min de leitura
Imagem de: Google terá conselho externo para monitorar uso ético da IA
Avatar do autor

Google montou um um conselho externo para monitorar a si mesma. A companhia anunciou nesta terça-feira (26) uma equipe de oito pessoas, que vai ficar de olho se ela vem aplicando seus “Princípios para a Inteligência Artificial” (AI Principles), um guia criado pela própria Gigante das Buscas em junho do ano passado para “orientar o desenvolvimento responsável e o uso da IA em nossas pesquisas e produtos”.

Google enfrentou protestos e demissão de colaboradores com os projetos Maven e Dragonfly

Antes de falar um pouco sobre esse grupo, é preciso lembrar de dois assuntos polêmicos envolvendo a IA da Google em 2018. Um foi o Project Maven, parceria com o Departamento de Defesa dos Estados Unidos para uso militar de sua tecnologia em drones. O outro foi o Dragonfly, um buscador customizado para o mercado chinês, para funcionar de acordo com a censura do governo.

Ambas as frentes foram duramente criticadas mundo afora e até mesmo os colaboradores da empresa fizeram protestos e chegaram a se demitir por não concordar com essas iniciativas. Mesmo abandonando os dois trabalhos  — pelo menos até onde sabemos —, a reputação da companhia saiu arranhada e o episódio todo aumentou as discussões sobre o futuro da IA.

googleFonte: Blog da Google

Corta para hoje e temos então a Google buscando caminhos, digamos, menos controversos. O Conselho Consultivo Externo de Tecnologia Avançada (ATEAC, em inglês) será formado por membros como Bubacarr Bah, especialista em matemática computacional; e Dyan Gibbens, expert em engenharia industrial e sistemas não tripulados.

Esses membros servirão no conselho até o final de 2019 e realizarão quatro reuniões, a partir do próximo mês. A Google planeja publicar um relatório com todas essas conversas. "Esperamos que esse esforço informe tanto o nosso próprio trabalho quanto o setor de tecnologia mais amplo. Além de consultar os especialistas em ATEAC, continuaremos a trocar idéias e reunir feedback de parceiros e organizações em todo o mundo", diz o vice-presidente sênior de Assuntos Globais, Kent Walker, no blog da companhia.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Google terá conselho externo para monitorar uso ético da IA