Netflix não está contente com o atual layout de sua principal interface, em que escolhemos as atrações. Ela sempre vem mudando algumas coisas para chamar mais a atenção, visualmente falando, e agora deve buscar um visual mais específico: o de uma revista. Foi isso que falou o CEO Reed Hastings, em recente sessão com a imprensa.

Embora pense em mudanças, Netflix não deve abandonar layout com “ladrilhos”

Não há muitos detalhes de como seria, mas a ideia é que a plataforma abandone as pequenas caixas que, segundo Hastings, parecem muito com anúncios. Ele prefere algo que gere um interesse gráfico e, que talvez, faça até mais sentido com os elementos em conjunto.

O vice-presidente de Produto e do Estúdio de Design, Steve Johnson, contudo, fez questão de destacar que isso não significa abandonar seu já conhecido grid atual. Como defesa, ele citou seu trabalho anterior na Adobe ao exemplificar que as listas icônicas em forma de “ladrilho” estabelecem um padrão no mercado.

netflixO vice-presidente de Produto e do Estúdio de Design da Netflix, Steve Johnson

Para Johnson, essa isso torna o serviço de streaming acessível para todos os tipos de público sentar e aprender a navegar de maneira simples. "Descobrimos que a forma como a rede está configurada atualmente vem realmente funcionando relativamente bem ao redor do mundo", complementou.

No entanto, não descartou alterações para o estilo “magazine”. "Disse que (o layout da interface) está funcionamento por enquanto. Não acho que deve funcionar para sempre. Precisamos ir mais a fundo e vamos mais a fundo.”

Netflix já vem testando centenas de novos modelos

Johnson disse que a companhia vem testando “centenas” de novas versões com “testes de A/B” — e isso confirma o que falamos nesta semana, sobre a mudança da ordem dos episódios em “Love, Death+Robots”.

Alguns testes que chegam a ser efetivados acabam não agradando e são arquivados

Embora não hajam muitos detalhes sobre cada experimento, o executivo disse que vão desde aumentar o tamanho dos ladrilhos na sexta-feira à noite — quando muita gente usa a plataforma — até fazer com que o serviço facilite o acesso à sua rotina habitual quando você entra para assistir alguma coisa.

Por exemplo: se você está no meio de “Umbrella Academy” é bem possível que continue vendo ao ligar a Netflix novamente, que então vai te colocar exatamente no episódio ainda não visto ou onde parou. Ou, caso tenha terminado, a máquina escolhe algo parecido como sugestão.

netflixFonte: Netflix

É verdade que muita coisa que recebe o feedback de uma minoria aleatória selecionada para essas avaliações sequer vê a luz do dia ou às vezes não são bem aceitas quando efetivadas. O importante, ressalta a companhia, é que ela continua sempre buscando por novas e melhores formas para cada um selecionar suas atrações favoritas.