Mozilla vai desabilitar função de salvar capturas de tela na nuvem

1 min de leitura
Imagem de: Mozilla vai desabilitar função de salvar capturas de tela na nuvem
Avatar do autor

A Mozilla tem sido criticada na internet por causa de um recurso que foi incluído em uma das últimas versões do Firefox. A função diz respeito a realizar capturas de tela dentro do navegador. Depois que a captura é realizada, uma janela aparece com algumas opções.

O problema é que o botão em destaque não realiza o que os usuários poderiam presumir como ação padrão, neste caso, salvar a captura em seus micros. Em vez disso, o botão “Salvar”, em destaque, salva a captura de tela na nuvem, em um servidor da Mozilla, e isso acontece sem nenhum aviso ou confirmação. Por outro lado, o botão que salva a captura localmente tem um formato de seta para baixo e é apresentado na cor cinza.

A Mozilla informa que a função de salvar as capturas online serve para facilitar a busca dos prints de tela para os usuários, sendo que elas são apagadas do servidor depois de duas semanas, a não ser nos casos em que os usuários decidam salvá-las por um tempo maior.

Mesmo assim, alguns usuários do Reddit não pouparam a companhia, dizendo que a prática de não deixar claro o que o botão faz é “suja” ou, no mínimo, foi implementada por alguém “estúpido”. Para eles, no lugar de “Salvar” deveria estar escrito “Upload”. Além disso, o fato do botão estar destacado, faz com que os usuários o utilizem por padrão, de forma equivocada.

Diante das críticas, a empresa está planejando retirar a possibilidade de salvar as capturas na nuvem, mantendo somente a opção de salvá-las no micro do usuário. Uma decisão um tanto quanto radical, já que rearranjar a disposição dos botões e incluir seus nomes já seria suficiente para evitar enganos.

O atual botão “Salvar” deve ser removido na versão 67 do Firefox, e o servidor deve ser desativado no próximo mês de maio.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Mozilla vai desabilitar função de salvar capturas de tela na nuvem