Imagem de: Microsoft 'piora' Media Player do Windows 7 para te obrigar a atualizar

Microsoft 'piora' Media Player do Windows 7 para te obrigar a atualizar

1 min de leitura
Avatar do autor

A “morte” do Windows 7 já está marcada para o dia 14 de janeiro de 2020, quando a Microsoft deixa de oferecer suporte — e, claro, espera que muita gente que ainda não migrou faça a transição para o Windows 10. Aos poucos os aplicativos deixarão de funcionar em sua plena forma e agora um dos programas primordiais da plataforma deixa de oferecer uma de suas principais ferramentas.

O Windows Media Center também deixa de apresentar metadados no Windows 8 e Windows 8.1

O Windows Media Player e o Windows Media Center (também na versão Windows 8 e Windows 8.1) não vão mais apresentar os metadados que trazem informações como título, gênero e artistas para as músicas e diretor, atores, capa e guia de TV para filmes. Ou seja, os dados que não foram baixados em sua máquina deixarão de atualizar as descrições de conteúdo.

A alteração não afeta nenhuma outra funcionalidade, como reprodução, navegação em coleções, streaming de mídia e assim por diante. “Somente recursos secundários que exigem o download de novos metadados são potencialmente afetados”, comunicou a companhia de Redmond, em nota oficial. Para continuar tendo acesso a isso, será necessário usar alguma alternativa, como o 5KPlayer (um player de video UHD que realiza download, streaming e lhe permite obter informações da midia selecionada) ou VCL Media Player .

O “sucateamento” de utilitários pode continuar, justamente para forçar os usuários a trocar o SO pelo Windows 10 ou outras opções. Ainda não há uma data específica para os metadados do Windows Media Player começarem a “desaparecer” no Windows 7, mas pode acontecer muito em breve.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Microsoft 'piora' Media Player do Windows 7 para te obrigar a atualizar