Microsoft não vê mais Cortana como concorrente de Google Assistente e Alexa

1 min de leitura
Imagem de: Microsoft não vê mais Cortana como concorrente de Google Assistente e Alexa
Avatar do autor

Microsoft bem que tentou, mas não conseguiu emplacar a Cortana no disputado mercado de assistentes virtuais que a Google e a Amazon já dominam. Durante o ano passado, a Cortana passou a aparecer em cada vez menos produtos e não mais ganhar novos recursos ou atualizações. Com isso, o CEO da Microsoft Satya Nadella afirmou que não vê mais o produto como concorrente da Google Assistente ou da Alexa.

A ideia mesmo é pegar as funções que a Cortana sabe fazer melhor e usá-las como habilidades especiais que serão aplicadas na Google Assistente e na Alexa

Agora, na realidade, a Cortana vai funcionar como uma “habilidade” de outros serviços similares: “Você deve ser capaz de usá-la no Google Assistente, você deve ser capaz de usá-la na Alexa, assim como você usa nossos aplicativos no Android e no iOS,  então é assim como queremos pensar em para onde ela vai”. Não seria a primeira vez que existe uma integração entre a Cortana e a Alexa, por exemplo.

A ideia mesmo é pegar as funções que a Cortana sabe fazer melhor e usá-las como habilidades especiais que serão aplicadas na Google Assistente e na Alexa para realizar tarefas mais específicas. No fim das contas, é vantagem para os dois lados, que vão se enriquecer em capacidades com essa parceria.

A Google e a Amazon ainda não se pronunciaram sobre o assunto.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Microsoft não vê mais Cortana como concorrente de Google Assistente e Alexa