Uma entrevista coletiva concedida por Satya Nadella, o chefão da Microsoft, reforçou a possibilidade de o Office 365 ser substituído pelo Microsoft 365 com direito a oferta também para o consumidor final — o pacote foi lançado em 2017 com foco exclusivo em clientes empresariais.

“Penso no Microsoft 365 como um mercado de dois lados”, comentou o presidente da Microsoft. “O que estamos fazendo com o Office 365 ou que em breve estaremos falando a respeito das assinaturas para consumidores do Microsoft 365, é tudo novamente direcionado ao mercado consumidor”, completou.

Recentemente, surgiu nos bastidores a informação de que a Microsoft estaria planejando comercializar o Windows 10 por meio de assinaturas — atualmente, quem compra um PC sem o sistema operacional precisa adquiri-lo separadamente. Essa assinatura seria negociada por meio do pacote Microsoft 365, um conjunto de serviços da MS que já existe para clientes comerciais e passaria a ser disponibilizado ao consumidor final.

Como Nadella não deu mais detalhes a respeito de como o Microsoft 365 vai funcionar nem confirmou que ele aposentará de fato o Office 365 (a sua fala é ambígua quanto a isso), a presença do Windows 10 no pacote ainda é só especulação. As especulações, porém, citam que serviços como Outlook, Skype e obviamente o pacote Office também estarão presentes no Microsoft 365.

Cupons de desconto TecMundo: