A Mozilla anunciou que encerrará o Test Pilot, programa de teste de ferramentas experimentais do navegador Firefox. Segundo a empresa, a funcionalidade será descontinuada em 22 de janeiro.

O Test Pilot foi lançado em 2016 e foi disponibilizado como uma extensão para o navegador no Windows, OS X e também no Linux. A iniciativa permite que um número limitado de usuários tenha acesso à ferramentas experimentais do programa, que eventualmente podem acabar se tornando recursos na versão oficial do browser.

Algumas das funcionalidades que estão disponíveis atualmente e foram desenvolvidas com o feedback da comunidade participante do Test Pilot são o rastreamento de preços, screenshots e o Lockbox, que permite sincronizar senhas em dispositivos diferentes.

Em seu blog, a Mozilla ressaltou a importância do Test Pilot e o auxílio da comunidade para o crescimento do seu navegador no mercado. "Nos últimos três anos, o Firefox investiu muito em inovação, e nossos usuários têm sido uma parte essencial dessa jornada", diz a companhia.

Apesar do fim do Test Pilot, a criadora do Firefox disse que ainda fará experimentos abertos no seu navegador e que vai "evoluir" a abordagem de testes no browser.  A empresa não deu detalhes de como serão as coisas daqui para frente, mas afirmou que os usuários que curtem ajudar no desenvolvimento do navegador podem esperar por mais recursos experimentais chegando em breve.