Google faz mistério e interrompe acesso ao sucessor do Android, o Fuchsia

1 min de leitura
Imagem de: Google faz mistério e interrompe acesso ao sucessor do Android, o Fuchsia
Avatar do autor

Se você estiver com a memória em dia, deve ser recordar de quando falamos que o sucessor do Android, o Fuchsia OS, vinha de vento em popa e próximo de ser apresentado em sua versão final. No começo do ano, a Google havia liberado mais detalhes e era até possível vê-lo em funcionamento.

Porém… Um usuário do Reddit, alawami, notou que o acesso à interface do usuário ao Fuchsia foi interrompido. O software, batizado de Armadillo e construído com a plataforma de desenvolvimento Flutter, da própria Google, estava disponível para todos testá-lo e agora sumiu.

De acordo com o 9to5Google, a remoção do Armadillo vem sendo arquitetada há alguns meses. Logo após o vazamento dos primeiros cinco minutos de funcionamento do Fuchsia UI no Pixelbook, o Armadillo foi substituído pelo Ermine uma opção limitada com apenas algumas ferramentas de teste, destinada aos desenvolvedores.

Três diferentes versões do Fuchsia

Segundo boatos dos bastidores, a Google estaria testando três versões distintas de interface do usuário para o Fuchsia em um repositório de códigos fechado. Eles são chamados internamente de Dugonglass, Dragonglass e Flamingo e nada mais se sabe sobre suas características, simplesmente porque não há como experimentar uma prévia deles em nenhum dispositivo, pelo menos por enquanto.

Embora não haja palavra oficial da Gigante de Mountain View, há indícios de que a companhia esteja realmente “escondendo o jogo” para apresentar um novo sistema operacional realmente poderoso e estável para os dispositivos móveis.

Prova disso é que o próprio Flutter, que é a plataforma oficial de desenvolvimento para o Fuchsia OS, recebeu recentemente um novo kit de ferramentas multiplataforma, que pode ser usado para codificar aplicativos para Android e iPhone ao mesmo tempo, assim como para os apps embutidos no sucessor do Android.

FuchsiaFonte: 9to5Google

Seguimos de olho nesse “mistério”.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Google faz mistério e interrompe acesso ao sucessor do Android, o Fuchsia