A Microsoft tentou concorrer com o Chrome OS em mais de uma oportunidade com versões simplificadas do Windows, mas nunca obteve sucesso. Agora, parece que a empresa está em um caminho mais drástico com sua nova tentativa, o suposto “Windows Lite”. O nome desse novo SO foi flagrado no último SDK do Windows 10, o que pode indicar que essa novidade estaria perto de seu lançamento.

Não há muitos detalhes sobre esse possível novo SO da Microsoft, mas indicações de vazamentos e rumores parecem apontar para uma versão bastante desconectada do Windows 10 tradicional. Dessa vez, o sistema operacional simplificado seria realmente simplificado e não apenas uma tentativa malfeita como foram Windows RT e Windows 10 S.

Ao que parece, esse novo SO seria capaz de rodar apenas PWA (Progressive Web Apps) e aplicações construídas no formato UWP (Universal Windows Platform). Dessa maneira, o Lite teria acesso à loja da Microsoft e seria focado em apps para educação, o grande nicho que o Chrome OS vem conquistando.

O hardware dos primeiros computadores a rodar o novo SO seria básico, com chips ARM da Qualcomm ou talvez algumas opções de baixo consumo de energia feitos pela Intel. O pessoal do Petri, contudo, acredita que esse novo SO deve conseguir rodar em qualquer chip, bem como o próprio Chrome OS da Google.

Novo nome

Apesar do nome “Windows Lite” estar sendo supostamente usado internamente pela Microsoft para designar o novo projeto, parece que ele deve ser lançado comercialmente com um nome completamente diferente. Assim, o SO poderia se diferenciar do Windows tradicional.

Isso parece bastante plausível, considerando que a Microsoft estaria disposta a realmente dissecar o Windows 10 e deixar apenas o essencial nesse novo programa. Assim, o foco dos usuários poderia ser os próprios aplicativos e não as configurações do sistema. Os recentes esforços da Microsoft com o Edge podem ser uma pista disso, já que esse seria o primiero e talvez único browser da plataforma inicialmente.

Isso, contudo, pode ser um problema, considerando que a Microsoft Store para Windows 10 ainda tem poucas aplicações em seu catálogo na comparação com o que é oferecido na Play Store da Google e na Chrome Web Store. Por outro lado, esse novo foco pode despertar interesse de desenvolvedores da plataforma da Microsoft, talvez provocando o surgimento de mais aplicações na loja.

Ainda não se tem qualquer previsão concreta sobre um possível lançamento do Windows Lite, mas a Build 2019 é uma boa aposta. A Microsoft ainda não marcou uma data para esse evento, mas ele normalmente acontece no segundo semestre de cada ano. Então fique ligado ao TecMundo para saber mais sobre o assunto.