Sistema que pode substituir Android roda em um smartphone da Huawei

1 min de leitura
Imagem de: Sistema que pode substituir Android roda em um smartphone da Huawei
Avatar do autor

Você já ouviu falar no Fuchsia OS? Pois trata-se de um sistema operacional de código aberto desenvolvido sem muito alarde pela Google e que pode vir a ser o substituto do Android nos smartphones. Note que isso não é algo nada pequeno: o Android já é uma marca de enorme fama global e funciona em bilhões de dispositivos móveis por aí. E mudar um time que está ganhando pode não parecer uma boa ideia.

Como teste, uma versão do Fuchsia OS foi colocada para rodar em um Honor Play, celular de uma submarca da Huawei e que funciona exatamente com esse processador [o Kirin 970]

O que se alega ser um dos motivos pelos quais a Google deseja colocar o Fuchsia para jogar no lugar do Android é a correção de algumas falhas do popular sistema operacional, sendo um deles, por exemplo, a grande fragmentação de versões entre as mais de centenas de dispositivos que utilizam o Android.

Porém, tudo que envolve o Fuchsia ainda é carregado de dúvidas e mistérios, visto que a Google se mantém bastante discreta sobre o assunto. Por mais que uma realidade onde o sistema operacional passe a funcionar normalmente pareça ainda estar distante, um registro feito no site de gerenciamento do código aberto do SO mostrou que ele ganhou compatibilidade com o processador Kirin 970 da Huawei.

Rodando a todo vapor

E como teste, uma versão do Fuchsia OS foi colocada para rodar em um Honor Play, celular de uma submarca da Huawei e que funciona exatamente com esse processador, assim como outros modelos dessa linha – o Mate 10 e o P20. Essa “parceria” – se é que pode ser chamada dessa maneira – entre a Google e a Huawei ainda é bastante misteriosa e não acontecia desde que as empresas se uniram para lançar o Nexus 6P.

Talvez, pode se tratar de um auxílio por parte da Huawei à Google para acelerar o desenvolvimento do Fuchsia e torná-lo uma realidade muito antes do que se esperava. O que você acha de ver um novo sistema operacional da Google no lugar do Android? Conte para a gente aqui nos comentários.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Sistema que pode substituir Android roda em um smartphone da Huawei