Próximo update do Windows 10 vai usar mais a nuvem para liberar seu espaço

1 min de leitura
Imagem de: Próximo update do Windows 10 vai usar mais a nuvem para liberar seu espaço
Avatar do autor

A próxima atualização do Windows 10, planejada para acontecer no mês de outubro, vai ter como foco o sistema de armazenamento, que vai usar de maneira mais inteligente e prática o OneDrive, o serviço de computação em nuvem da Microsoft. Assim, a utilização do OneDrive no Windows vai ser mais “inteiriça”, sem emendas, ou como é falado em inglês, seamless.

O recurso Storage Sense vai apagar do seu armazenamento local e deixar apenas na nuvem certos arquivos que você não pediu para acessar offline

Isso significa não deixar claro para o usuário onde termina uma coisa e começa outra, ou seja: você vai poder configurar arquivos do seu computador para serem armazenados na nuvem, mas eles vão continuar aparentemente na pasta onde você resolveu colocá-los em seu computador.

Tudo vai poder ser personalizado – é possível ter o arquivo apenas na nuvem, liberando espaço do seu HD. O que você vai ver lá na pasta é apenas uma “imagem” dele que pode ser clicada para recuperá-lo da internet. Você também poderá escolher o que vai ficar offline no seu computador para que seja possível acessar arquivos e documentos diversos sem a necessidade de se conectar à internet.

Cuidando do seu armazenamento

Um pouco desse gerenciamento vai ser feito de maneira automática para facilitar um pouco a vida dos usuários. O recurso Storage Sense vai apagar do seu armazenamento local e deixar apenas na nuvem certos arquivos que você não pediu para acessar offline.

O próprio sistema operacional vai determinar o que pode ser deixado apenas na nuvem

O próprio sistema operacional vai determinar o que pode ser deixado apenas na nuvem – ele vai usar como base a última vez que aquilo foi usado; quanto mais tempo um arquivo ficar parado, maior a chance dele ser deixado apenas nos servidores da Microsoft. Arquivos temporários e outras coisas sem muita utilidade imediata e que ocupam espaço no seu disco também vão ser excluídos e deixados apenas na nuvem.

Tudo isso aí, é claro, pode ser personalizado e o processo de “limpeza” pode ser configurado para acontecer quando você quiser e com a frequência desejada, inclusive quais arquivos devem ser mantidos sempre offline no computador. Esses recursos vão estar disponíveis no próximo update do Windows 10.

Próximo update do Windows 10 vai usar mais a nuvem para liberar seu espaço