Moderadores do Facebook têm uma rotina complicada revisando o conteúdo perturbador que é publicado na rede social, uma área da companhia alvo de polêmicas devido às suas diretrizes, que nem sempre são muito claras. E quase sempre que executivos da empresa são questionados sobre esse assunto, eles apontam os avanços no campo da inteligência artificial como uma possível solução.

Tendo isso em mente, o Facebook anunciou o desenvolvimento de uma IA batizada de Rosetta com o objetivo de identificar textos publicados em imagens e vídeos, algo que acontece com bastante frequência na rede social. Com isso, o algoritmo que o Facebook utiliza para moderar publicações em texto poderia ser aplicado também a outros tipos de conteúdo.

Um meme.

A Rosetta utiliza aprendizagem de máquina para reconhecer as palavras em imagens e textos e transcrever essas informações. De acordo com a companhia, ela já foi colocada em operação e está atualmente extraindo o texto de mais de 1 bilhão de postagens feitas no Facebook e no Instagram todos os dias. Um dos exemplos citados pela companhia no anúncio pode ser visto acima e envolve um meme utilizando a famosa fonte Impact.

Além de poder ser utilizada nessa moderação de possíveis memes ofensivos, o Facebook acredita que a Rosetta também tenha outras utilidades, como melhorar os leitores de tela utilizados por deficientes visuais e entregar buscas por imagens mais relevantes.

Cupons de desconto TecMundo: