A Google anunciou nesta semana que disponibilizará de forma gratuita a sua inteligência artificial (IA) capaz de detectar pornografia infantil na internet. O software é composto por redes neurais para processamento de imagem que encontram e classificam fotografias com possível conteúdo de exploração sexual de crianças e adolescentes.

Para oferecer recursos sem nenhum custo para organizações (governamentais ou não) que combatem a exploração sexual infantil e outros parceiros da indústria, a Google criou a API Content Safety. A ideia é dar meios tecnológicos para um combate que tradicionalmente se baseou quase de maneira exclusiva na investigação humana e, assim, garantir ações mais rápidas e precisas para lutar contra este problema.

“A rápida identificação de novas imagens significa que crianças abusadas sexualmente hoje estão muito mais próximas de serem identificadas e protegidas de novos abusos”, relata a Google em texto publicado em seu site oficial.

Tecnologia deve acelerar o processo de identificação de pornografia infantil na internet, aposta a Google

A Gigante da Web relata que esta não é a primeira de suas iniciativas para combater a exploração sexual infantil na internet. Entre ações anteriores, a empresa cita o trabalho realizado desde 2006 junto a outras empresas e organizações na Technology Coalition e a iniciativa internacional WePROTECT Global Alliance.

Organizações interessadas em utilizarem a API Content Safety da Google devem preencher este formulário para entrar em contato com a companhia.

Cupons de desconto TecMundo: